Hopi Hari – Férias

Recebemos um convite super especial, para passar um dia no Hopi Hari. Chegando lá, além do ingresso, recebemos acesso VIP, ou seja, nada de filas!


Escolhemos o Vurang para nos aquecer.

Fomos aumentando a adrenalina aos poucos. Depois, fomos para o Bat-Hatari, (Batmóvel sobre trilhos). O próximo foi: Dismonti (bate-bate). Continuando na área da DC, escolhemos o Eléktron, brinquedo super inofensivo até você subir nele, haha! Gritei demais :O

Seguindo para Looney Tunes, área para “crianças” decidimos ir no Lokolorê, um brinquedo de girar latas que girou meu estômago! Sério, melhor deixar ele de lado!

Depois de passar na lojinha do Looney Tunes, uma pausa para encontrar o responsável por esse dia incrível, nosso cunhado!

Lá estávamos preparados (ou não no meu caso), para continuar essa aventura. Voltamos no Vurang, depois eles foram no Eléktron e o Mike no Katapul. E eu? Fiquei só tirando as foto deles mesmo! HaHAHA

Veja, o círculo amarelo, mais conhecido como Mike!

Ricardo e Mel curtindo no  Eléktron.

O Mike não satisfeito, aproveitou sua pulseira VIP e foi outra vez no Katapul. Ele disse que é o melhor brinquedo de todos O.o

Uma pausa no Palácio da Justiça, para recompor as energias e aproveitar para ver a exposição.

Comprinha para o nosso baú de recordações, na loja do Looney Tunes e Liga da Justiça, R$ 10,00 cada.

E não poderia faltar nossa foto de pulos nesse cenário. Clique aqui e veja nós no mesmo lugar há 4 anos, no ensaio Pré-wedding.

Se liga nas nossas poses de heróis!

Haha essa foto é pra registrar que a idade chega para todos ‘-‘

Depois demos um pulo no Katakumb, me senti em um episódio do Scooby-doo, confesso que fiquei com muito medo e dei vários berros hahaa, mas não encontramos muitos monstros, o que assusta mais é que o ambiente é extremamente escuro, e você é guiado por uma luz vermelha, os sustos aumentam a cada passo.

A coragem chegou e o Mike e a Mel se arriscaram indo na Montezum (Montanha-russa de madeira).

Veja os círculos amarelos, cabeças baixas seria arrependimento?

A comemoração de ter passado pela maior loucura do parque, com pequenos hematomas e torcicolos hahah, mas com a sensação de missão cumprida. Eu continuo aqui sem a menor vontade de passar por isso haha. E o Mike? Sim ele voltaria, hahah esse garoto é muito aventureiro!

Fomos no Vulaviking, e meu pensamento era: o que estou fazendo da minha vida? HahAH senti minha alma saindo, gritei como se não houvesse amanhã.

Depois, fomos para o Rio Bravo, eu tinha esperança de sair seca de lá, mas não foi bem isso que aconteceu! Não é mesmo Ricardo? Hunf! Lá se foi minha chapinha e minha dignidade hahah, rindo mas é de nervoso ‘-‘

Aproveitando o Wild West, assistimos uma apresentação bem divertida.

A noite chegou, e voltamos para a Vurang, foi a melhor experiência do dia, estava extremamente escuro, foi super divertido. E para fechar a noite, me convenceram  em voltar no Vulaviking. Conclusão? Gritei que nem louca.

Depois disso, fomos repor as energias para voltar para casa.

Fotinhas de despedidas do País mais divertidoo do Muuundo!

Eu e o marido S2

Se não for pra tirar foto estilosa assim, a gente nem tira!

Confira por onde passamos! Agora, o parque possui um número máximo de visitantes por dia. Isso melhorou muito, as filas são bem menores nos brinquedos e nas lanchonetes tb! E finalmente o Katapul estava funcionando, fazia anos que o Mike queria ir e sempre estava em manutenção.

Fotinho para fechar o rolê!

Dia em que conhecemos o Ricardo, nosso cunhado, todo trabalhado na zueira!
Foto que registra momentos antes de eu arrumar meu cabelo de onça e registrar o início dessa amizade!

Agradecemos esse dia incrível, cheio de adrenalina e loucuras!